Paris – Dia 4

No nosso último dia em Paris, fomos de novo passear pela cidade. Algumas pessoas já haviam me perguntado quando veriam fotos da famosa torre Eiffel. Então resolvemos tirar fotos com o maior (e mais lindo) clichê de Paris.

carrossel 2
Torre Eiffel

Tem muita coisa para se fazer em volta da Torre Eiffel. Um piquenique deve ser delicioso por ali. Uma das coisas mais legais perto da torre é o carrossel de Paris. Ótimo pra quem vai com crianças. Ou se você como eu, adora um carrossel, aproveite pra dar uma voltinha. Foi o que eu e minha amiga fizemos. Não andava de carrossel desde o século passado e paguei feliz 2,50 euros por um passeio nele. Que bom voltar a ser criança!

carrossel

Depois do carrossel, tiramos várias fotos da torre e em volta dela. Eu e Adriana já havíamos subido nela antes e não vimos necessidade de subir de novo. Ainda mais que, novamente o tempo não ajudou. Estava bem nublado e um ventinho frio soprava de vez em quando.

Uma das coisas que eu queria fazer dessa vez era ir ao Museu d’Orsey. O prédio em si já é incrivelmente lindo. Fica às margens do Sena e era originalmente uma estação ferroviária, a Gare du Quai d’Orsay. Foi inaugurado em 1898, a tempo da Exposição Universal de 1900. O projeto foi do arquiteto Victor Laloux. Além de estação ferroviária, também serviu de correio durante a Segunda Grande Guerra. A estação foi fechada em 1973 e em 1977 o governo resolveu transformá-la em museu, sendo inaugurado em 1º de dezembro de 1986, pelo então presidente François Mitterrand.

carrossel 5 (2)
Relógio do Museu d’Orsey

O prédio é belíssimo e abriga obras de artistas ocidentais do período entre 1848 a 1914. Lá você pode ver Cezanne, Degas, Gauguin, entre outros, além do meu preferido da vida, Vincent Van Ghog. Se um dia eu ganhar muito, muito dinheiro, quero ter nem que seja um desenho dele.

Geralmente há também exposições temporárias de outros artistas. Nesse dia tinha uma das fases rosa e azul de Picasso. O d’Orsey fecha às segundas e você pode comprar os ingressos aqui.

carrossel 1
Selfie com uma amiga

O tempo nublado deu uma melhorada e fomos passear no Jardim de Luxemburgo. Paris tem dois grandes jardins: o Tuleries e o Luxemburgo. Ambos são lindos, mas acho o Jardim de Luxemburgo mais bonito ainda. No lindo Palácio de Luxemburgo, dentro do parque, fica o senado da França.

O Jardim de Luxemburgo parece um museu a céu aberto. São dezenas de esculturas espalhadas pelo parque, a linda Fontaine Médicis, além de teatro de fantoches, lagos, pomar e restaurante. Os jardins são belíssimos, cheios de flores coloridas. Dá pra passar a tarde inteira sentada num banquinho ou cadeira, observando as crianças brincarem com barquinhos no lago e adultos jogando xadrez. Um programa grátis e imperdível em Paris.

De lá fomos conhecer a charmosa Ile Saint Louis, onde caminhamos e tomamos um delicioso sorvete na Maison Berthillon, considerado por muitos o melhor sorvete de Paris. Achei bem gostoso, mas em minha humilde opinião existem sorveterias bem melhores no Brasil. O endereço da sorveteria é 29-31 rue saint Louis en l’ile 75004, Paris.

carrossel 19

Depois disso fomos andando (a gente anda, viu!) até o Centre Georges Pompidou, onde está incrível museu de arte moderna de Paris. Além do museu, o Pompidou abriga um centro de pesquisa musical e acústica e uma biblioteca pública. E mesmo que você não goste de arte moderna, vale à pena ao menos ver o Centro por fora. Ele tem a arquitetura bem diferente da maioria dos prédios parisienses, com seus canos, tubos de ar, escadas coloridas e elevadores, localizados na parte exterior do edifício.

O edifício tem seis andares e no quarto e no quinto se encontram as exposições permanentes, com obras de Matisse, Picasso, Miró e Kandinsky. Vale à pena dar uma olhada. Você pode comprar ingressos ( e outros passeios) aqui.

Saindo do Centro, fomos até a avenida de Champs-Elysées, a rua mais famosa de Paris e considerada a mais bonita do mundo. Adriana queria passar na loja da Disney por causa de uma encomenda e eu por pouco, não compro um Bisonho, o burrinho fofo da turma do ursinho Pooh. Coisa mais linda!

De lá, já com fome, jantamos no restaurante Café di Roma, uma opção boa e barata em Paris. E os pratos são bem servidos. Meu penne com camarão estava ótimo. 35 Av. des Champs-Élysées, 75008 Paris.

carrossel 17
Meu jantar no Cafè di Roma

Caminhamos a avenida toda depois do jantar e voltamos para o hotel, pra arrumarmos as malas e seguirmos para minha Inglaterra querida. Au revoir, Paris! À bientot.

carrossel 15
Os telhados de Paris
carrossel 13
Ili de Saint Louis
carrossel 10
Capela Sorbonne

 

Autor: dicasdamon

Meu nome é Mônica e adoro viajar, ler, assistir a filmes e séries e sair com os amigos. Adoro artes e amo a obra de Van Ghog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s