Berlim – Dia 3

No nosso terceiro e último dia e Berlim, choveu pra caramba. Eu nunca havia pegado tanta chuva numa viagem antes. Adorei a viagem, claro, mas preferia que tivesse sido um pouco mais seca.

Tomamos café da manhã no Dean & David, novamente. Lugar agradável e comida saudável e gostosa. Num dia de chuva, pra que procurar outro? De lá fomos na loja do Ampelmann. Sabe o que significa? Simplesmente homem do semáforo. Aqueles bonequinhos icônicos nos semáforos de Berlim são tão queridos que têm até loja. São seis espalhadas pela cidade.

Depois da construção do muro de Berlim, o psicólogo de tráfego, Karl Peglau, resolveu criar uma figura mais divertida para os semáforos. Desde cedo, as crianças aprendiam a se comportar no trânsito e o Ampelmann era uma forma lúdica de ensinar isso aos pequenos. Ele ficou tão querido que, mesmo depois da queda do muro, a imprensa, junto com o povo berlinense, se mobilizou para a volta dos fofos homenzinhos, já que eles já tinham começado a ser substituídos pelos semáforos oficiais da Europa.

Hoje as lojas vendem todo tipo de produto com os Ampelmann (não sei como é o plural). E também as meninas do semáforo. Tem imã de geladeira (comprei um homenzinho andando e uma menina parada), camisetas, borrachas, lápis, guarda-chuva, mochilas, toalhas, roupinhas de bebê, além das balinhas que ficam numa bandeja na loja pra quem quiser pegar.

Os homenzinhos
As menininhas

Como a chuva havia dado uma pequena trégua, saímos da loja e fomos até a Alexanderplatz, onde tem um dos mais queridos símbolos de Berlim, o Relógio do Horário Mundial. Tombado desde 2015 pelo patrimônio histórico, o relógio é um dos pontos mais visitados pelos turistas.

Ele foi construído em 1969, ainda na Alemanha Oriental, e marca a hora de 146 países. Não deixa de ser irônico, já que a Alemanha Oriental queria isolar as pessoas do resto do mundo e ali mostrava justamente que horas seriam em vários países do mundo. O relógio funciona perfeitamente até hoje. Na verdade, até melhor, já que depois da queda do muro foram feitos ajustes em alguns fusos horários que estavam errados, além de terem acrescentado outros países. Foi uma das coisas mais interessantes que vi na cidade.

Duas da tarde em Berlim, Sete da noite em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo

De lá fomos ver a East Side Gallery, os grafites do Muro de Berlim. Dos mais de 140 km de comprimento, a East Side tem a maior seção do muro ainda de pé. São 1,3 km de muro grafitado seguindo as margens do rio Spree. Era outro lugar que eu estava ansiosa para ver. Existem cerca de 106 murais pintados por vários artistas ao longo do muro. É muito interessante e o que era antes um muro opressor, passou a expressar a liberdade do povo.

Essa cena entre o líder soviético Leonid Brezhnev e o presidente comunista alemão Erich Honecker realmente aconteceu.

Desde que cheguei a Berlim estava com vontade de comer o currywurst, salsicha temperada com ketchup ao curry, mas ainda não tinha tido a oportunidade. Adoro experimentar comidas tipicas quando viajo. Fomos ao Spreewirtschaft Restaurant, que fica pertinho da East Side Gallery. Matei meu desejo e realmente achei o prato muito gostoso. Adoro comida apimentada! Claro que foi acompanhado de um belo copo de cerveja alemã. O Spreewirtschaft Restaurant fica em Mühlenstraße 13-19, 10243 Berlim.

Isso é muito bom, viu?

Depois de devidamente alimentadas, fomos ao Reishtag, o parlamento alemão. O prédio tem um estilo clássico, lembrando a Catedral de Berlim, mas com uma cúpula bem moderna. A construção do edifício foi finalizada em 1894 e desde então foi vítima de um incêndio suspeito em 1933, além de ter sido destruído durante a Segunda Guerra. Muito se debateu sobre sua derrubada ou reconstrução até que, em 1956, optaram por reconstruí-lo, mas sem sua cúpula original. A cúpula atual tem 23,5 metros de altura e é toda revestida de vidro, com espelhos que refletem a luz solar, que proporcionam luz natural no interior do prédio.

Na parte interna tem um caminho em espiral, de onde você pode ver o plenário do parlamento, e vai até o topo, mostrando belos ângulos da cidade. Você pode visitar a cúpula de graça, mas a visita tem que ser previamente agendada aqui.

Estava chovendo (pra variar) e as imagens do lado de fora do parlamento ficaram bem ruins

Encerramos o dia no restaurante Mama Trattoria Berlin Mitte, um italiano delicioso que fica pertinho do Portão de Brandemburgo. Pariser Platz 6a, 10117 Berlin.

Londres – Dia 3

No nosso terceiro dia em Londres, o tempo amanheceu incrivelmente lindo, com sol e céu azul. Quem disse que em Londres só chove?

Europa 910
Olha esse céu!

Resolvemos explorar os bairros de Notting Hill e Camden Town. Começamos pela fofura que é Notting Hill, que ficou imortalizado com o filme do mesmo nome (aqui no Brasil ficou conhecido como Um Lugar Chamado Notting Hill).

Notting Hill era uma aldeia rural até a expansão da Londres urbana durante o século 19. Era um lugar onde se fazia tijolos e telhas por causa do barro que era cavado na área. Nos anos 1950 o lugar foi atraído por caribenhos, por causa dos aluguéis baratos. A comunidade jamaicana criou o Carnaval de Notting Hil em 1964. Ficou conhecido por volta de 1970 como reduto de artistas, mas o bairro só ficou mesmo conhecido internacionalmente depois do filme de 1999.

No início do século 21, após décadas de gentrificação, o bairro ganhou fama de fashion e influente, por causa de suas casas vitorianas, lojas de alta qualidade e ótimos restaurantes.

O Farm Girl Notting Hill é um desses restaurantes super charmosos e com comidinhas deliciosas. Foi lá que tomamos o café da manhã. Comi uma omelete de ervas finas bem saborosa, com suco de laranja e café. Fica na 59A Portobello Rd, Notting Hill, London W11 3DB, Reino Unido.

download
Olha que fofura! A foto é do site do restaurante.

Europa 915
Minha omelete

Como já estávamos na Portobello Road, resolvemos começar a explorar Notting Hill por ela. A Portobello Road é uma rua que corta quase todo o bairro de norte a sul. Ela tem inúmeras lojas de roupas, souvenirs, artesanato, antiquários…é um deleite para os consumistas. E para todos os outros. Nos sábados acontece a famosa Portobello Market, uma feira que vende antiguidades, roupas e outras coisas de segunda mão e é cheia de barraquinhas com frutas, verduras, queijos, o que você imaginar. O problema é que fica mais cheia que o normal.

Europa 911
Alice’s é um antiquário fofo que vende desde louças a produtos feitos a mão

Mas o que a maioria dos turistas gosta mesmo é de procurar a porta azul do filme. Ela realmente existe e pertencia à casa de Richard Curtis, roteirista de Um Lugar Chamado Notting Hill. As cenas externas da casa de William Thacker (personagem de Hugh Grant) foram todas feitas ali. Fica na 280 Westbourne Park Road.

Europa 945
O lugar está meio detonado, mas está lá

The Travel Bookshop, a livraria de William Thacker, foi inspirada em uma livraria que fechou em 2011. Atualmente há outra no local, que vende não apenas livros de viagens, mas de vários outros assuntos. Acabei comprando uma comédia romântica com o significativo nome de From Notting Hill With Love…Actually, de Ali McNamara. A livraria fica em 13 Blenheim Cres, Notting Hill, London W11 2EE, Reino Unido.

Europa 949
Livrarias são um paraíso pra mim

De lá resolvemos dar uma passadinha na loja do Harry Potter. Eu tinha estado lá em 2015 e era só uma lojinha. Como cresceu! A loja está enorme e linda, cheia de artigos relacionados ao bruxinho, cada coisa mais fofa que a outra. Estava tão apinhada de pessoas que não deu pra tirar fotos. Comprei uns presentinhos pros meus sobrinhos e queria ter comprado a loja inteira, embora ela não seja baratinha. Mas dá pra comprar umas coisinhas. Além disso a loja fica na estação King’s Cross, que é bem bonita. Vale à pena dar uma passada lá. Fica em Pancras Rd, Kings Cross, London N1 9AP, Reino Unido.

De lá fomos pra Camden Town e, como já tinha passado da hora do almoço, estávamos mortas de fome. Almoçamos no restaurante Poppie’s Fish & Chips, que existe desde 1952 e é considerado um dos melhores lugares pra comer fish’n’chips de Londres. Não sei se é o melhor, mas é muito bom! O Poppie’s fica na 30 Hawley Cres, Camden Town, London NW1 8NP, Reino Unido.

Europa 965
O primeiro andar estava vazio, pois já tinha passado da hora do almoço e ainda não era hora do jantar

Europa 962
Simples e saboroso

Camden Town é considerado o bairro mais descolado de Londres. É conhecido por ter uma cultura alternativa e é cheio de punks e adolescentes. Amy Winehouse era uma das moradoras e até tem uma estátua dela em tamanho real em frente ao Stable Market. Tirei uma foto com ela, mas ficou horrorosa! Vou postar aqui não.

O Stable Market é um dos mercados de Camden. O interessante dele é que as lojas são onde antigamente eram baias, já que o Stable Market foi um estábulo e comportava centenas de cavalos.

Europa 980

Outro mercado interessante é o Lower Market Hall. Tem muitas lojinhas de souvinirs com lembrancinhas bem baratinhas. Aliás, Camden Town é um dos bairros mais baratos de Londres.

Europa 979

Tem outros mercados em Camden, mas acabamos não conhecendo todos. Saindo de lá, resolvemos passar na Liberty, uma loja de departamentos belíssima, que foi fundada em 1875, tem a arquitetura em estilo Tudor e é um ótimo lugar pra ser dar um passeio. Ela vende vestuário pra mulheres, homens e crianças, perfumes, papelaria, artigos de decoração, além de tecidos com estampas exclusivas. Pena que é muito cara. Mesmo assim vale a visita. Regent St, Soho, London W1B 5AH, Reino Unido.

Europa 991
Não é linda?

Passeando pela Regent Street, deu vontade de beber alguma coisa e paramos no Ralph’s Coffee and Bar, que pertence à loja Ralph Lauren. O local é lindo e sofisticado e é ótimo para uma paradinha depois de um dia cheio de passeios e/ou compras. Não comi o waffle, mas soube que é um dos melhores da cidade. 173 Regent St, Mayfair, London W1B 4JQ, Reino Unido.

Resolvemos terminar a noite no Hard Rock Café. Adoro o mojito de lá, além de ter uns tira gostos bem legais. Além disso, gosto de colecionar os copos e camisetas do local. Acho que não sou só eu que curto o Hard Rock. Estava lotado de brasileiros, mesmo assim conseguimos uma mesa. 150 Old Park Ln, Mayfair, London W1K 1QZ, Reino Unido.

Europa 1000
Mojito!!!!

Antes do Hard Rock Café demos uma passadinha em Picadilly’s Circus. Acho aquele lugar fantástico!

Europa 997

Mais fotos abaixo.

Europa 917
Né? :/

Europa 933
Notting Hill

Europa 981

Europa 968
Camden Town

Europa 984
Camden Town

 

Londres – Dia 2

O segundo dia em Londres amanheceu friozinho e ligeiramente nublado. Nada que nos impedisse de turistar por essa cidade linda.

Europa 823
Quero morar nessa ruazinha fofa!

Quando viajo, nunca reservo hotel com café da manhã. Gosto de explorar as cidades e seus cafés, e Londres tem vários lugares com um bom café da manhã continental a preços acessíveis. Redes como a Patisserie Valerie, Café Nero, Pret A Manger e a francesa Paul, são lugares com comidinhas deliciosas para começar bem o dia. Estão espalhados por toda a cidade.

Um lugar que eu amo em Londres é Covent Garden. É cheio de lojas, restaurantes, teatros, e tanto você encontra lojas de grife quanto artesanato. E tem uns brechós legaizinhos por lá. Todo mundo vai tirar fotos na Piazza, que é um lugar super gracinha e tem vários artistas de rua cantando, dançando, fazendo truques. Muito legal de ver!

E pertinho dali fica Neal’s Yard, um dos locais mais coloridos de Londres. É um beco que se abre num triângulo e tem armazéns de tijolinho entre as casinhas coloridas. A área começou a ser revitalizada em 1978 com a abertura de uma loja de produtos orgânicos no local. Depois abriram também uma loja de cosméticos e produtos medicinais artesanais, assim como uma loja de queijos orgânicos. Então Neal’s Yard passou a ser frequentado por pessoas que gostam de um estilo de vida mais saudável.

Europa 841

E como o local é absolutamente instagramável, não tardou aos turistas descobrirem o lugar. Hoje também tem restaurantes, cafés e salão de beleza. Muito lindo!

Europa 846

Os restaurantes de Neal’s Yard estavam lotados, por isso acabamos indo ao Jamie’s Italian. Não tinha fila e não precisou fazer reserva. O garçom foi bem atencioso e logo fizemos nosso pedido. Teve uma entradinha super gostosa que não me recordo o nome (sorry!) e, pra variar, pedi spaghetti ao vôngole, um dos meus pratos preferidos. Nossa, que delícia!

Europa 875
Entrada sem nome. :p

Europa 884
Hummmmm…

Europa 889
Olha essa sobremesa!

Europa 887
Café com laranja

Infelizmente, esse restaurante, assim como outros do Jamie Oliver, fechou em maio de 2019. O Jamie’s Italian agora tem apenas dois endereços em Londres. 17-19 Denman St, Piccadilly, Soho, London W1D 7HW, Reino Unido, +44 20 3984 8133 e 66 Victoria St, Westminster, London SW1E 6SQ, Reino Unido, +44 20 3984 8233.

Europa 866
Um brinde ao Jamie Oliver

Do restaurante voltamos à Piazza de Covent Garden e fizemos umas comprinhas, que ninguém é de ferro. No The Marketplace, o shopping que fica dentro da Piazza, você encontra lojas de roupas, brinquedos, chocolates e uma loja de chás muito fofa chamada Whittard of Chelsea. Além de chá, a loja também vende chocolate e você pode experimentar lá mesmo. Tem diversas chaleiras com as bebidas quentes e você prova quantas quiser. Acabei comprando umas caixinhas de chá pra dar de presente. A Whittard of Chelsea tem vários endereços. O de Covent Garden é 9 The Marketplace, The Piazza, London WC2E 8RB, Reino Unido.

E como estamos em Londres, temos que dar uma paradinha num pub. O The Punch and Judy foi construído em 1787 e é um dos mais icônicos da cidade. Ele lota durante os horários de almoço e jantar e tem gente de todas as idades, tanto turistas como locais. Estava relativamente vazio quando fomos, porque chegamos lá por volta das 17h. Então nada como uma cerveja inglesa pra repor as energias. 😉 O pub fica em 40 Henrietta St, Covent Garden, London WC2E 8RF, Reino Unido e fecha às 23h.

Europa 900

Europa 902
Bora tomar uma pint?

E depois de tomar uma pint (não sei se já falei, mas pint é uma unidade de medida que na Inglaterra equivale a 568,26 ml), vamos caminhar pra gastar as calorias.

Acabamos chegando na Harrods, uma das mais famosas e luxuosas loja de departamentos do mundo. Ela se originou quando Charles Henry Harrod abriu uma pequena loja de comidas. Em 1849 o local da loja mudou para onde é hoje e foi aumentando com o tempo, com a compra de casas e lojas ao redor. Em 1883 um grande incêndio destruiu a loja, mas ela foi reconstruída pouco tempo depois, maior e mais imponente.

Europa 909
Fila de táxi na loja

São sete andares de puro luxo. Simplesmente não dá pra ver tudo em um dia. Mas você pode escolher o que quer ver (ou comprar). Tem a Harrods Gift Shop no subsolo da loja que você pode comprar presentinhos da marca Harrods que vão desde ursos de pelúcia, a sacolas,  biscoitos e chocolates. Tem as superbrands como Chanel, Prada, Dolce & Gabana, Valentino, entre outras que estão espalhadas nos primeiro (para mulheres), segundo (para homens) e quarto (para crianças) andares. A Louis Vuitton tinha uma fila gigante na entrada. O Toy Department, no quarto andar, é um deleite para crianças e adultos. Boa parte do quinto andar é ocupada pelo Harrods Shoe Heaven, o paraíso dos sapatos. No sexto andar fica o Salon de Parfums, onde você encontra perfumes de vários lugares do mundo, inclusive os mais exclusivos. E tem também o Food Hall, que é a área de alimentação. É tipo um supermercado de luxo, que vende todo tipo de comida de todos os lugares do mundo. São três salas lindamente decoradas com azulejos pintados e lhe deixam em dúvida se você olha pra comida ou pro ambiente.

As fotos acima são do site da Harrods.

Como já estávamos por lá mesmo, resolvemos comer em um dos vários restaurantes da loja, o Bao Kitchen, que fica no quarto andar. O lugar é lindo e o serviço é ótimo, além da comida ser muito boa também.

Europa 906

Como chegamos tarde, a cozinha já estava fechada, então fizemos só um lanche. Que valeu por um jantar. A Harrods fica em 87-135 Brompton Rd, Knightsbridge, London SW1X 7XL, Reino Unido.

Abaixo mais algumas fotinhos.

Europa 828
No outono, a primavera

Europa 835
Sou apaixonada por essa cidade!

Europa 895
No Marketplace